Grupo Hospitalar Conceição
13.03.2018 MÊS DA MULHER

GHC promoveu o seminário Grupo Estratégico Local do Hospital Conceição

O evento trouxe temas importantes do projeto Apice On
Médica Rosemarie Flemming dos Reis apresentou o projeto Apice On.
Humanização do Nascimento da Pré-história à Microbiota foi o tema apresentado pelo médico Paulo Sérgio da Silva Mário.
Enfermeira Leila Regina Rabelo falou sobre as Tecnologias Obstétricas não Invasivas para Alívio da Dor no Trabalho de Parto.
A Assistência ao Parto no Hospital Conceição foi trazida pelo médico Cláudio Campello.
Enfermeira Rosiê Laiza Fraga de Andrade, assistente social Lisiane Hoff Villeroy e psicóloga Paula Nunes Mousquer abordaram Atenção Integral a Vítimas de Violência Sexual e ao Aborto Legal.

O "Seminário Grupo Estratégico Local do Hospital Conceição - Aprimoramento e Inovação no Cuidado e Ensino em Obstetrícia e Neonatologia (Apice On)”, ocorreu na última segunda-feira, dia 12. Reuniu cerca de 190 pessoas, constituídas pela equipe de saúde da Linha de Cuidado Mãe-Bebê, pela Residência Médica Gineco-Obstetrícia, pela Residência Médica Pediatria/Neonatologia e pela Residência Multiprofissional Programa Atenção Materno-Infantil e Obstetrícia, no Auditório Jahyr Boeira de Almeida, no Centro Administrativo do Grupo Hospitalar Conceição (GHC).

O objetivo do evento foi socializar o Projeto Apice On, que propõe a qualificação nos campos de atenção e cuidado ao parto e nascimento, planejamento reprodutivo pós-parto e pós-aborto, atenção às mulheres em situações de violência sexual e de abortamento e aborto legal, em hospitais de ensino, universitários ou que atuam como unidade auxiliar de ensino, no âmbito da Rede Cegonha. O propósito Projeto Apice On é ampliar o alcance de atuação dos hospitais na rede SUS e também reformular e aprimorar processos de trabalho e fluxos para adequação de acesso, cobertura e qualidade do cuidado.

A atividade trouxe temas importantes para a saúde da mulher. A primeira palestra “Projeto Apice On”, apresentada pela médica Rosemarie Flemming dos Reis, mostrou o projeto do MS. A “Humanização do Nascimento da Pré-história à Microbiota”, apresentada pelo médico Paulo Sérgio da Silva Mário, mostrou como era realizado os partos antigamente até os dias atuais, os avanços da Medicina que proporcionaram cada vez mais um cuidado melhor com a mulher e ao bebê. Ele ainda comentou a importância da proximidade nos primeiros meses que a mãe tem que ter com o filho.

A palestra “Tecnologias Obstétricas não Invasivas para Alívio da Dor no Trabalho de Parto”, foi apresentada pela enfermeira Leila Regina Rabelo. Tratou sobre a humanização da maternidade, das novas formas de tratamento que a mulher recebe durante a gravidez. Falou também sobre a importância da comunicação com a mulher durante o parto, comentando o valor dos acompanhantes nesse momento.

O assunto “Assistência ao Parto no HNSC/Modelo Compartilhado”, apresentado pelo médico Cláudio Campello, mostrou um vídeo do trabalho realizado na Maternidade do Hospital Conceição e falou sobre a importância do cuidado com a mulher na hora do parto.

Para encerrar o seminário, o tema “Atenção Integral a Vítimas de Violência Sexual e ao Aborto Legal” foi abordado pela assistente social Lisiane Hoff Villeroy, pela psicóloga Paula Nunes Mousquer e pela enfermeira Rosiê Laiza Fraga de Andrade. Elas comentaram sobre a importância de um tratamento eficiente para mulheres que sofrem violência sexual. “Deve existir todo um cuidado, antes de realizar o aborto. Há uma aproximação da equipe com a mulher, um procedimento longo, mas eficiente no tratamento”, afirma Paula. Elas também mostraram o depoimento de uma mulher que sofreu violência, mas conseguiu aos poucos se recuperar.

Creditos: Guilherme de Faveri.