Grupo Hospitalar Conceição
15.05.2018 AVANÇOS E DESAFIOS

20 Anos da Pesquisa Clínica em Câncer de Mama é celebrado no GHC

Atividade teve roda de discussão sobre Políticas Públicas e Acessibilidade de Pacientes com Câncer de Mama, com a participação da senadora Ana Amélia Lemos
Senadora Ana Amélia destacou que o evento "deu a medida exata do comprometimento com o cidadão".
Médicos e pesquisadores falaram sobre o cenário atual em relação aos avanços e desafios do câncer de mama.
Sociedade Brasileira de Mastologia entregou Troféu Sandra Feeburg à senadora.
Chefe da Mastologia do Hospital Conceição, José Luiz Pedrini abordou a pesquisa clínica como ferramenta de qualidade em Medicina.
Profissionais de saúde e voluntariado presentes no encontro.

O Grupo Hospitalar Conceição (GHC), com o apoio do Instituto de Medicina Pesquisa e Desenvolvimento (IMPED) e da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), realizou, nessa segunda-feira, 14 de maio, evento sobre os 20 Anos da Pesquisa Clínica em Câncer de Mama da instituição. A atividade ocorreu no Auditório Jahyr Boeira de Almeida, no Centro Administrativo GHC, e contou com a participação de profissionais de saúde, pesquisadores, gestores, voluntariado e convidados.

O evento teve início às 14h com a palestra “A pesquisa clínica como ferramenta de qualidade em Medicina – estado de arte”, proferida pelo chefe da Mastologia do Hospital Conceição (HNSC), José Luiz Pedrini, organizador do encontro. Conforme Pedrini, durante esses 20 anos, “pudemos observar e fomos testemunhas das grandes modificações que aconteceram no campo da pesquisa, principalmente no câncer de mama que é um câncer muito incidente, onde temos 60 mil novos casos por ano, e a pesquisa em câncer de mama tem evoluído muito”. Ele ressaltou que a inserção do Hospital Conceição em pesquisa com os principais centros do mundo torna a instituição hoje uma referência mundial também nesse campo. “Observamos as modificações nos tratamentos e hoje não há nenhuma droga nova no mundo, em câncer de mama, que não passe pelo nosso centro”, revelou o especialista.

Também foi abordada “A importância da pesquisa na Oncologia do Hospital Conceição”, mesa sob a coordenação do médico oncologista do HNSC Carlos Gorini, “Como Pesquisar, Centro de Pesquisa e Voluntariado”, sob coordenação do mastologista do Hospital Fêmina Andrei Reginatto, e “A Iniciativa Privada x Realidade Pública no Brasil”, sob coordenação do mastologista José Luiz Pedrini. As apresentações contaram com a presença do deputado estadual e médico ginecologista Pedro Westphalen.

Políticas Públicas e Acessibilidade de Pacientes com Câncer de Mama

O destaque do encontro foi a roda de discussão sobre “Políticas Públicas e Acessibilidade de Pacientes com Câncer de Mama”, que contou com a participação da senadora Ana Amélia Lemos, da coordenadora da Saúde da Mulher da Secretaria Estadual da Saúde, Nadiane Lemos, da diretora-adjunta do Hospital Materno-Infantil Presidente Vargas e representante da Secretaria Municipal da Saúde de Porto Alegre, Juliana Caran, dos diretores do GHC, Adriana Denise Acker, Mauro Sparta e José Ricardo Agliardi Silveira, do professor e pesquisador da Universidade Federal de Goiás Ruffo de Freitas Júnior, do mastologista da Clínica CAM (BA) Augusto Tufi Hassan, do gerente de Ensino e Pesquisa do GHC, Geraldo Jotz, e dos mastologistas do Hospital Conceição José Luiz Pedrini e Mário Schorr.

Na ocasião, foram apontados os avanços e os desafios no diagnóstico e tratamento do câncer de mama. Entre os avanços estão a própria pesquisa clínica, que possibilita às pacientes o uso de novos medicamentos mais eficazes e tratamentos menos invasivos. Além disso, a reconstrução mamária disponibilizada pelo SUS e leis que visem ao acesso mais ágil ao tratamento e à garantia de direitos aos pacientes, como a Lei dos 60 dias, também foram salientados. Já entre os desafios da área estão a chegada mais rápida da paciente da atenção primária aos serviços terciários e exames de imagem de melhor qualidade.

Durante o evento, a senadora Ana Amélia Lemos foi agraciada pela Sociedade Brasileira de Mastologia com o Troféu Sandra Feeburg, pelo relevante serviço prestado à saúde, em especial à saúde da mulher. Sandra Feeburg, que nomeia a premiação, foi professora, voluntária do Grupo da Mama Conceição e responsável pela mudança do Estatuto do Servidor Público, permitindo às pessoas tratadas por câncer e que tenham sido aprovadas em concursos públicos o direito de assumir o cargo.

Creditos: Andréa Araujo (Texto). Guilherme Bernst e Rafael Martins (Fotos)