Grupo Hospitalar Conceição
14.05.2019 SEGURANÇA DO PACIENTE

Hospital Cristo Redentor realiza semana voltada à segurança do paciente

Atividades direcionadas aos funcionários do hospital seguem até a próxima sexta-feira, 17
Mesa de Abertura
Médica Elenara Oliveira Ribas apresentou o início das atividades do Projeto Paciente Seguro no HCR
José Pintor falou a partir da perspectiva do paciente
Público do evento.
Equipe organizadora do evento com o convidado especial José Pintor

Foi aberta nessa segunda-feira, 13 de maio, a “Semana Todos Unidos Pela Segurança do Paciente" do Hospital Cristo Redentor(HCR). A partir da união dos setores Coordenação de Enfermagem, Controle de Infecção e Núcleo de Segurança do Paciente do HCR, o evento conta com atividades voltadas à conscientização da higienização das mãos, segurança do paciente e trabalho em equipe. Marcando a Semana de Enfermagem, a programação é também alusiva ao Dia Mundial de Higienização, comemorado em 5 de maio.

A abertura do evento contou com a participação do coordenador de Pacientes Externos do HCR, Décio Ignácio Agnes, que representou o gerente de Unidades de Internação do HCR, João Albino Potrich. Junto na composição da mesa, estiveram presentes o gerente de Administração do HCR, Márcio Souza de Barcellos, a farmacêutica da Gestão de Risco Assistencial do HCR Vanessa Brentano, a enfermeira da Coordenação de Enfermagem do HCR Andréia Cristina Ravazollo e a enfermeira do Controle de Infecção do HCR Beatriz Azambuja Baptista.

A médica da Gestão de Risco do HCR e responsável técnica pela implementação do Projeto Paciente Seguro, Elenara Oliveira Ribas, fez uma apresentação sobre o início das atividades do projeto no HCR. Em seguida o ex-paciente José Pintor apresentou a palestra Lado Humano do Paciente.

José Pintor é geógrafo e professor de geografia, ator e diretor teatral. A convite do Projeto Paciente Seguro Nacional, o pernambucano, natural de Caruaru, vem compartilhando sua experiência em diferentes cidades do país, do período em que esteve internado em uma Unidade de Terapia Intensiva(UTI) em Minas Gerais. Pela ótica do paciente, Pintor destacou normas e procedimentos que julga que devem ser adequados para um melhor conforto do paciente, como cuidado com a iluminação do quarto de internação, acessórios de procedimentos e até a roupa para permanência em internação.

Conforme o ex-paciente, a maior inadequação é a falta de comunicação entre as equipes. Pintor destacou uma situação em que uma profissional percebeu sua retomada de consciência, "porém não contou aos demais sobre isso". Também falou sobre a importância do estabelecimento de comunicação entre equipe e paciente. "Eu já estava respondendo piscando os olhos. Se eu piscava, era sinal de positivo. Um dia me perguntaram se eu estava com calor, me mantive com os olhos abertos. Mas na verdade eu estava com frio e isso não me perguntaram", lembrou Pintor.

O ex-paciente também falou sobre a hierarquia hospitalar e lembrou a importância de todos na atenção ao usuário. "O mundo do hospital é composto por todas as pessoas. Cada um tem uma função importante, fundamental, indispensável e complementar", pontuou. Ele lembrou sobre uma conversa que teve com uma funcionária de higienização do hospital em que esteve internado. "'A senhora sabe que a sua função é uma das mais importantes do hospital?', perguntei a ela, e expliquei. 'Nós tivemos um presidente da república que foi operado por um dos melhores médicos em um dos melhores hospitais, e morreu de infecção hospitalar', talvez se a limpeza não tenha sido bem feita, pode ter sido a causa", contou Pintor, que, ao perceber o sorriso da funcionária, viu como se pela primeira vez a entendesse a importância de sua função. Pintor terminou sua prestigiada participação em uma sessão de perguntas junto a funcionários do HCR.

A programação da Semana Todos Unidos Pela Segurança do Paciente segue até a próxima sexta feira com palestras, jogos educativos, simulação realística e compartilhamento de experiências. Assim como na abertura, a mesma programação é repetida aos turnos da manhã e da tarde para alcance do maior número de funcionários.

Creditos: Bruno de Barros